Ensinando e fazendo Missões

Buscar esboços

Nossos Esboços

CPAD Jovens – 4º Trimestre de 2018 – 07-10-2018 – Lição 1: O que é o movimento pentecostal

04/10/2018

Esse post é assinado por Rafael Cruz

Texto do dia

E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome, expulsarão demônios; falarão novas línguas.

Marcos 16.17

Texto bíblico

Joel 2.28-32

28 E há de ser que, depois, derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões.

29 E também sobre os servos e sobre as servas, naqueles dias, derramarei o meu Espírito.

30 E mostrarei prodígios no céu e na terra, sangue, e fogo, e colunas de fumaça.

31 O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR.

32 E há de ser que todo aquele que invocar o nome do SENHOR será salvo; porque no monte Sião e em Jerusalém haverá livramento, assim como o SENHOR tem dito, e nos restantes que o SENHOR chamar.

INTRODUÇÃO

A Paz do Senhor querido leitor do nosso blog!

Iniciamos o último trimestre do nosso ano com um assunto de extrema importância para os nossos dias: O ensino do Espirito Santo e sua operação na vida da igreja.

Encerramos o último trimestre afirmando que Deus ainda realiza milagres e iniciamos esse novo trimestre falando justamente da atuação do Espirito Santo.

Há muitas controvérsias com respeito ao início do Movimento Pentecostal, que é assim chamado porque resgatou a plenitude da experiência de Atos 2, ocorrida durante a festa judaica de Pentecostes.

Os dons do Espírito, os chamados “sinais”, foram prometidos por Jesus (Marcos 16.17-20). Além do episódio de Atos 2, vemos o derramamento do Espírito Santo em várias partes do livro de Atos. Em alguns casos, os dons do Espírito Santo são frisados: línguas e profecias, principalmente (Atos 10.45-46).

I – UM PANORAMA BÍBLICO DO PENTECOSTES

1 – O Pentecostes em Israel

Como sempre devemos iniciar nossos estudos possuindo uma base sólida de acordo com os contextos históricos. Primeiramente, vamos falar sobre as festas. Para isso utilizaremos as informações segundo o Dicionário Bíblico Universal Buckland.

“Algumas das festas, entre os judeus, achavam-se associadas com as periódicas fases da Lua e com as diversas estações do ano, como, por exemplo, a Lua Nova, os Sábados, e as três grandes festas anuais de peregrinação, isto é, a Páscoa com a festa dos Pães Asmos, a Festa de Pentecoste, e a festa dos Tabernáculos.

A Páscoa era no dia quatorze do primeiro mês, seguindo-se imediatamente a festa dos Pães Asmos, que começava no dia 15 e durava sete dias.

A Festa de Pentecoste celebrava-se no 50º dia, a contar do dia 16 do primeiro mês; e a festa dos Tabernáculos, que durava sete dias, começava no dia 15 do sétimo mês.

O primeiro mês, conhecido pelo nome de abibe, corresponde em parte ao nosso abril. A festa dos Pães Asmos coincidia com o princípio da colheita do trigo, e a festa de Pentecoste marcava o seu fim, ao passo que a festa dos Tabernáculos era na sua essência uma festa de vindima. ”

2 – Motivo de Alegria

Continuando com a descrição pelo Dicionário Bíblico Universal Buckland, temos:

Os judeus chamam a esta solene festividade a das Semanas, visto que se observava sete semanas depois da Páscoa. Ofereciam-se então como primícias os frutos das searas, sete cordeiros daquele ano, uma vitela, e dois carneiros para holocausto; dois cordeiros para um sacrifício pacifico; e uma cabra para sacrifício de propiciação.

A festa foi instituída com o fim de obrigar os israelitas a dirigirem-se ao tabernáculo, ou ao templo; a reconhecerem absoluto domínio do Senhor com a espontânea oferta dos primeiros frutos, e a comemorarem o fato de ter sido dada a Lei, no Monte Sinai, no 50º dia depois da saída do Egito, dando graças a Deus por esse acontecimento.

3 – O Dia de Pentecostes em Atos dos Apóstolos

Pentecostes é uma reminiscência da Santa Ceia; em ambos os casos, os discípulos estão juntos em uma casa para o que vem a ser um evento importante. Na última ceia, os discípulos testemunham o fim do ministério terreno do Messias quando Ele pede que se lembrem dEle após a Sua morte até o Seu retorno. No dia de Pentecostes, os discípulos testemunham o nascimento da igreja do Novo Testamento com a vinda do Espírito Santo para habitar todos os crentes. Assim, a cena dos discípulos nos aposentos no dia de Pentecostes une o início da obra do Espírito Santo na igreja com a conclusão do ministério terreno de Cristo no Cenáculo, antes da crucificação.

No domingo de Pentecostes, pela manhã, o Espírito Santo desceu como um vento forte e línguas de fogo e os discípulos começaram a falar em outras línguas que não conheciam (Atos 2:1-4). Os judeus de outros países ficaram surpreendidos porque cada um ouvia a língua de seu país! Então Pedro pregou o evangelho para a multidão e nesse dia três mil pessoas se converteram.

O Pentecostes foi a primeira vez que os discípulos receberam o Espírito Santo e pregaram o evangelho completo. Também marcou o início da expansão da igreja, que continua até hoje.

II – A PROMESSA FEITA NO ANTIGO TESTAMENTO

Por Rafael Cruz

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada


Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado


Copyright Março 2017 © EBD Comentada