Ensinando e fazendo Missões

Acesse os esboços por categorias


Buscar no blog

Nossos Esboços

CPAD Jovens – 1º Trimestre de 2019 – 06-01-2019 – Lição 1: O livro de Números – Caminhando com Deus no deserto

02/01/2019

Este post é assinado por Rafael Cruz

Texto do dia

Ora, tudo isso lhes sobreveio como figuras, e estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos.

1 Coríntios 10.11

Texto bíblico

1 Coríntios 10.1-11 

1 Ora, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos debaixo da nuvem; e todos passaram pelo mar,

2 e todos foram batizados em Moisés, na nuvem e no mar,

3 e todos comeram de um mesmo manjar espiritual,

4 e beberam todos de uma mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo.

5 Mas Deus não se agradou da maior parte deles, pelo que foram prostrados no deserto.

6 E essas coisas foram-nos feitas em figura, para que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram.

7 Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles; conforme está escrito: O povo assentou-se a comer e a beber e levantou-se para folgar.

8 E não nos prostituamos, como alguns deles fizeram e caíram num dia vinte e três mil.

9 E não tentemos a Cristo, como alguns deles também tentaram e pereceram pelas serpentes.

10 E não murmureis, como também alguns deles murmuraram e pereceram pelo destruidor.

11 Ora, tudo isso lhes sobreveio como figuras, e estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos.

INTRODUÇÃO

A Paz do Senhor, querido leitor do nosso blog!

É com a Graça e Misericórdia de Deus que iniciamos mais um ano nas nossas vidas e mais um trimestre para aprendermos um pouco mais da palavra de Deus.

O tema desse trimestre é “Rumo à Terra Prometida. A peregrinação do Povo de Deus no Deserto no Livro de Números.”

Serão lições que irão nos fazer crescer na nossa fé, pois falaremos a respeito de toda a peregrinação até a terra prometida, seus percalços e a ação de Deus no meio do seu povo.

Sejamos abençoados nesse trimestre!

I – O LIVRO DE NÚMEROS                                  

1 – Números ou “no deserto”

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais

Números é o livro da peregrinação pelo deserto, da caminhada rumo à terra prometida, mas também da provação quanto à obediência. O título hebraico do livro (bemidbar) significa “no deserto” (palavra extraída logo no primeiro versículo). Números é o nome dado pela Septuaginta (Arithmoi), reflexo dos dois recenseamentos dos hebreus descritos nos capítulos 1 e 26.

Falou mais o SENHOR a Moisés no deserto de Sinai. Números 1:1a

Ele reflete o censo das tribos de Israel no início do livro e no final, demonstrando que nem sempre quem começa bem, termina bem. A geração enumerada no começo do livro não é igual a enumerada no final. Devido ao trágico acontecimento em Cades-Barnéia, muitos tiveram seu fim no deserto.

Tradicionalmente, a autoria é atribuída a Moisés, a personalidade central do livro. Números 33.2 faz uma referência especifica a Moisés, registrando pontos sobre a viagem no deserto.

E escreveu Moisés as suas saídas, segundo as suas jornadas, conforme ao mandado do Senhor; e estas são as suas jornadas, segundo as suas saídas. Números 33:2

2 – Considerações Preliminares

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais

O livro cobre o período entre a partida de Israel do Egito e sua chegada a Canaã. Exatamente um ano depois de terem saído do Egito, os israelitas foram reunidos junto ao monte Sinai para receberem instruções referentes à Lei e ao tabernáculo. Números continua a narrativa histórica um mês depois do último capítulo de Êxodo. O livro cobre a sinuosa jornada de 39 anos do Sinai a Cades-Barnéia, passando por vários lugares no deserto e chegando, finalmente, às planícies de Moabe, na margem oriental do Jordão, defronte de Jericó.

A lição que o livro nos mostra é o fracasso de Israel. Poderia ser chamado de o “diário” dos primeiros dias do relacionamento da aliança entre Deus e Israel. As peregrinações foram frutos da desobediência. A maior parte da geração que havia presenciado os sinais operados no Egito, por não confiarem nas promessas de Deus, não entrou na Terra prometida, e, consequentemente, pereceram no deserto.

As murmurações e os castigos do povo ocupam uma grande parte dos Números, sendo concluída esta parte do Pentateuco com a conquista de Midiã, a divisão do território ao oriente do Jordão, a recapitulação das estações do deserto, uma exposição dos limites da Terra da Promissão, e as deliberações com respeito às cidades de refúgio e ao casamento dos herdeiros.

3 – Relevância contemporânea

Por Rafael Cruz

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Copyright Março 2017 © EBD Comentada