Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

CPAD Adultos – 3º Trimestre de 2020 – 02-08-2020 – Lição 5 – Zorobabel recomeça a construção do Templo

31/07/2020

Este post é assinado por Eliel Goulart

TEXTO ÁUREO

“Ao vigésimo quarto dia do mês nono, no segundo ano de Dario, veio a palavra do SENHOR pelo ministério do profeta Ageu, dizendo: […] Ponde, pois, eu vos rogo, […] desde o dia em que se fundou o templo do SENHOR, ponde o vosso coração nestas coisas”.  – Ageu 2.10,18.

VERDADE PRÁTICA

Sob o poder de Deus, a Igreja torna-se imbatível no cumprimento das tarefas que Cristo lhe entregou.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Esdras 5.1, 2; Ageu 1.1, 12; Zacarias 4. 6-10 

Esdras 5 

1 – E Ageu, profeta, e Zacarias, filho de Ido, profeta, profetizaram aos judeus que estavam em Judá e em Jerusalém; em nome do Deus de Israel lhes profetizaram.

2 – Então, se levantaram Zorobabel, filho de Sealtiel, e Jesua, filho de Jozadaque, e começaram a edificar a Casa de Deus, que está em Jerusalém, e com eles os profetas de Deus, que os ajudavam.

Ageu 1 

1 – No ano segundo do rei Dario, no sexto mês, no primeiro dia do mês, veio a palavra do SENHOR, pelo ministério do profeta Ageu, a Zorobabel, filho de Sealtiel, príncipe de Judá, e a Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, dizendo:

12 – Então, ouviu Zorobabel, filho de Sealtiel, e Josué, filho de Jozadaque, sumo sacerdote, e todo o resto do povo a voz do SENHOR, seu Deus, e as palavras do profeta Ageu, como o SENHOR, seu Deus, o tinha enviado; e temeu o povo diante do SENHOR.

Zacarias 4 

6 – E respondeu e me falou, dizendo: Esta é a palavra do SENHOR a Zorobabel, dizendo: Não por força, nem por violência, mas pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos.

7 – Quem és tu, ó monte grande? Diante de Zorobabel, serás uma campina; porque ele trará a primeira pedra com aclamações: Graça, graça a ela.

8 – E a palavra do SENHOR veio de novo a mim, dizendo:

9 – As mãos de Zorobabel têm fundado esta casa, também de suas mãos a acabarão, para que saibais que o SENHOR dos Exércitos me enviou a vós.

10 – Porque quem despreza o dia das coisas pequenas? Pois esse se alegrará, vendo o prumo na mão de Zorobabel; são os sete olhos do SENHOR, que discorrem por toda a terra.

INTRODUÇÃO

A paz do Senhor!

Todos os versículos citados são da Almeida Revista e Corrigida. Quando de outra versão, a mesma é mencionada.

Na continuação do período histórico da volta do exílio de Judá na Babilônia, como ilustração e exemplo de avivamento espiritual para estes nossos dias, estudaremos as lições dos capítulos 5 e 6 do Livro de Esdras.

Os alicerces foram lançados com grande alegria e celebração de júbilo. Porém, a obra foi paralisada após os samaritanos e outros povos ao redor se ajuntarem em perseguição, e com astúcias malignas impediram a reconstrução do Templo.

Escreveram contra Judá ao rei da Pérsia, caluniando e difamando ao Povo de Deus, e este rei que desconhecia a história, ordenou a paralisação imediata da obra.

Por uns quinze anos ou pouco mais, o povo de Deus desanimou diante da oposição, e apagou-se a esperança, definhou a tenacidade inicial e perderam a fé.

No início do capítulo 5 do livro de Esdras, o Senhor enviou os profetas Ageu e Zacarias para animar, exortar e consolar ao Povo de Deus a retomarem o propósito da reconstrução do Templo, e após quase 20 anos depois, o Templo foi inaugurado, conforme narra o capítulo 7 do livro de Esdras.

Pelo ministério profético de Ageu e Zacarias veio despertamento espiritual!

I – DEUS SUSCITA OS PROFETAS AGEU E ZACARIAS

1 – Deus levantou dois profetas

Ageu 1.1 – “No ano segundo do rei Dario, no sexto mês, no primeiro dia do mês, veio a palavra do SENHOR, pelo ministério do profeta Ageu, a Zorobabel, filho de Sealtiel, príncipe de Judá, e a Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, dizendo.” 

Observe que a profecia é datada pela cronologia do rei estrangeiro, Dario, e não pelo governador Zorobabel, pois este, apesar de descendente do rei Davi, estava governando por delegação do rei Dario, e não por si próprio, cumprindo-se a profecia de Jeremias 22.30 – “Assim diz o Senhor: ´Registrem que este homem não teve filhos. É homem que não prosperará nos seus dias, e nenhum dos seus filhos prosperará, para se assentar no trono de Davi e ainda reinar em Judá”. – Nova Almeida Atualizada.

Relembremos que Deus fez promessa condicional a Davi, dizendo que se seus filhos guardassem os caminhos de Deus, andassem diante Dele com fidelidade, com todo o coração e com toda a alma, não faltaria sucessor para assentar no trono de Israel. Mas, lamentavelmente, descendentes de Davi agiram contra a promessa condicional e, pela desobediência, perderam o trono.

Porém, Deus fez promessa incondicional a Davi: de que a sua linhagem permaneceria para sempre, e esta se cumpriu na Pessoa bendita do Senhor Jesus. Mateus 1.1 diz-nos que Ele é geração de Davi e de Abraão. Explicando: quanto ao trono, a promessa de Deus era condicional. Quanto à linhagem, a promessa de Deus era incondicional.

Portanto, após a volta do exílio, em nível terrestre o rei foi retirado, e as profecias são datadas pelos anos de um governante terrestre estrangeiro. No entanto, a misericórdia de Deus restituiu mais do que o castigo de Deus retira. A promessa condicional de rei terreno está retirada, para que a promessa incondicional de linhagem real surge: o Senhor Jesus é a geração de Davi, o verdadeiro e eterno Rei celestial.  Aleluia!

No ´sexto mês´, chamado de Elul, correspondente a meados do nosso mês de setembro. ´No primeiro dia´, ou seja, num dia sagrado, de celebração da festa de lua nova, quando se declarava feriado, e suspendiam o trabalho diário e os serviços especiais no templo.

Que ocasião oportuna para Ageu fazer esta primeira declaração, denunciando a negligência para com a reconstrução da Casa de Deus e revelando ser esta a causa do porquê da escassez. Portanto, relendo Ageu 1.1 – “No ano segundo do rei Dario, no sexto mês, veio a palavra do Senhor, pelo ministério do profeta Ageu, a Zorobabel, […], príncipe de Judá, e a Josué, […], o sumo sacerdote, dizendo.” – ´Veio a palavra do Senhor´, literalmente no original, ´a palavra do Senhor veio pela mão de Ageu´. Para quase tudo, nos seus propósitos eternos aqui na terra, Deus faz o que faz usando pessoas e pelas mãos das pessoas a quem Ele quer usar. Os crentes somos seus mordomos, e dispensamos com fidelidade à Casa do Senhor. Já antes esta expressão era usada: ´pelas mãos de Moisés´, por exemplo. ´Pelas mãos de Natã´, – II Samuel 12.25 – ´pelas mãos de Aías´, o profeta – II Crônicas 10.15 – ´pelas mãos de Isaías´ – Isaías 20.2 – ´pelas mãos de Jeremias´ – Jeremias 37.2 – e os profetas em geral.

Ageu aborda a estes dois: a Zorobabel, da geração de Davi, e a Josué, da geração de Jozadaque, sumo sacerdote, que foi levado cativo à Babilônia por Nabucodonozor – I Crônicas 6.15 – e seu avô, Seraías, foi morto pelo rei de Babilônia – II Reis 25.18 a 21. Ageu profetiza que estes dois estão solidários em responsabilidade pela negligência do Povo, e através destes dois, Ageu se dirige aos moradores de Jerusalém e de Judá. E o povo retornou a reconstrução do templo no dia 24 do sexto mês, ou seja, no começo de setembro.

Zacarias, dois meses depois desta declaração de Ageu capítulo 1º, recebe comissão semelhante – Zacarias 1.1 – “No oitavo mês do segundo ano de Dario, veio a palavra do Senhor ao profeta Zacarias, filho de Berequias, filho de Ido dizendo.”  ´No oitavo mês´, corresponde à segunda quinzena de outubro e início do mês de novembro.

Zacarias, semelhante a Jeremias e a Ezequiel, era sacerdote e profeta. Foi enviado por Deus com o mesmo objetivo do profeta Ageu: incentivar o povo na reconstrução do Templo, através de seus líderes Zorobabel e Josué, o líder civil e o líder religioso.

Deus usa os homens, mas parece-nos que os usa no contexto de suas capacitações: Ageu era agricultor, portanto, fala linguagem própria das lides rurais. Menciona as estações das chuvas, a seca, o trigo, a produção de uvas, de azeitonas para fabricação do azeite de oliva, sobre semeadura e colheita, e faz a pergunta tema de muitas pregações: Ageu 2.19 – “Há ainda semente no celeiro?” Zacarias era jovem, nasceu no cativeiro e veio ainda jovenzinho no retorno a Jerusalém. Moço que teve oportunidades de capacitação intelectual, criado no ambiente da elite governamental de Judá.  Os dois foram usados por Deus. Deus não faz acepção de pessoas. Usa o lavrador do campo, já com certa idade, que teve menos oportunidades de instruções acadêmicas e usa o jovem palaciano bem instruído no melhor das escolas de sua época. Mas, cada um na capacitação própria. Ageu escreveu dois capítulos e 38 versículos. Zacarias escreveu 14 capítulos e 211 versículos. A unção é a mesma. As capacitações são diferentes.

2 – O resultado da mensagem dos profetas

Esdras 5.2 – “Então, se dispuseram Zorobabel, filho de Sealtiel, e Jesua, filho de Jozadaque, e começaram a edificar a casa de Deus, a qual está em Jerusalém; e, com eles, os referidos profetas de Deus, que os ajudavam”.

O resultado da mensagem dos profetas Ageu e Zacarias é objetivo: “e começaram a edificar a casa de Deus.” Os dois estavam credenciados para falarem ao Povo de Judá em nome do Senhor. Os dois apoiaram a reconstrução do Templo. Começaram a edificar a casa de Deus – aqui tem um princípio bíblico: quando nós começamos, em harmonia com a Palavra de Deus, Deus começa conosco.

Relembremos que, ao retornarem para a Terra da Promessa, volta a prevalecer para Israel, as bênçãos e castigos pela desobediência do chamado ´Pacto Palestiniano´ de Deuteronômio capítulo 28. Quando negligenciaram o propósito divino, cumpriu-se Deuteronômio 28.22 – “O SENHOR te ferirá […] com a secura, e com destruição das sementeiras, e com ferrugem. Estas ocorrências sinalizavam que havia desobediência na nação.

Deuteronômio capítulo 28 é um pacto, uma aliança, um acordo entre Deus e Israel, condicionando a prosperidade econômica e financeira, à completa obediência por parte de Israel. Observe sempre se a promessa diz respeito a Israel ou à igreja. Deuteronômio capítulo 28 abrange a Israel e não atinge a Igreja. Portanto, sem fundamento estender estas bênçãos materiais à Igreja, como fazem precipitadamente alguns obreiros, certamente até de boa-fé, e outros com motivações fraudulentas, estranhas a verdade do Evangelho.  O que podemos apreender de Deuteronômio capítulo 28 são os princípios do agir de Deus. E orarmos sobre eles.

O resultado da mensagem é que foi inspiradora a começarem e sustentadora para a continuação da obra.

A Deus seja a glória!

3 – O impulso espiritual dado pelos profetas continuou dominando os construtores até à conclusão da construção

Pastor Eliel Goulart

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que apoiamos o seguinte trabalho evangelístico:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada