Ensinando e fazendo Missões

Buscar esboços

Nossos Esboços

Central Gospel Jovens e Adultos – 4º Trimestre de 2018 – 14-10-2018 – Lição 2: Fé cristã e política: Um chamado a participação

11/10/2018

Esse post é assinado por Wilson Pacheco Sarmento

TEXTO BÍBLICO BÁSICO

1 Reis 12.1-8

1 – E foi Roboão para Siquém, porque todo o Israel veio a Siquém, para o fazerem rei.

2 – E sucedeu, pois, que, ouvindo-o Jeroboão, filho de Nebate, estando ainda no Egito (porque fugira de diante do rei Salomão e habitava Jeroboão no Egito),

3 – enviaram e o mandaram chamar; e Jeroboão e toda a congregação de Israel vieram e falaram a Roboão, dizendo:

 4 – Teu pai agravou o nosso jugo; agora, pois, alivia tu a dura servidão de teu pai e o seu pesado jugo que nos impôs, e nós te serviremos.

5 – E ele lhes disse: Ide-vos até ao terceiro dia e voltai a mim. E o povo se foi.

6 – E teve o rei Roboão conselho com os anciãos que estavam na presença de Salomão, seu pai, quando este ainda vivia, dizendo: Como aconselhais vós que se responda a este povo?

7 – E eles lhe falaram, dizendo: Se hoje fores servo deste povo, e o servires, e, respondendo-lhe, lhe falares boas palavras, todos os dias serão teus servos.

8 – Porém ele deixou o conselho que os anciãos lhe tinham aconselhado e teve conselho com os jovens que haviam crescido com ele, que estavam diante dele.

TEXTO ÁUREO

Quando os justos se engrandecem, o povo se alegra, mas, quando o ímpio domina, o povo suspira. Provérbios 29.2

OBJETIVOS

Ao término do estudo bíblico, o aluno deverá ser capaz de:

  • Definir o termo política entendendo sua abrangência;
  • Posicionar-se corretamente frente aos apelos de matriz política;
  • Identificar a missão da Igreja no cenário político nacional.

Palavra introdutória

A paz do Senhor!

É importante saber que a política exerce influência em todas as áreas da vida, portanto, não faz sentido o crente dizer que não quer envolver-se com ela. Ainda que não seja militante nesta área, ele deve procurar estar informado sobre o desempenho de seus governantes, orar por eles, e saber que eles são eleitos para trabalhar a seu favor.

Para exercer cidadania é necessário estar consciente de seus direitos e deveres, e isto demanda uma compreensão do que vem a ser o verdadeiro exercício político. No entanto farei aqui algumas perguntas para sua própria reflexão.

  • Até que ponto somos afetados pela política?
  • O que o desempenho do Presidente da República tem a ver com a minha saúde?
  • Com a educação dos meus filhos?
  • Com o meu salário?
  • Como a política se desdobra afetando, ou beneficiando, o cidadão tanto individual como coletivamente?
  • De que forma a política pode atingir ou influenciar a comunidade cristã?

Esses são alguns questionamentos para sua reflexão e tente compartilhar cada uma. Bons estudos!

1 – O QUE É POLÍTICA

O vocábulo política vem do grego, polis, “cidade”. A política, pois, procura determinar a conduta ideal do Estado, pelo que seria uma ética social.

1.1 – Contextualização do termo 

De todas as áreas da vida do cidadão, a política tem sido uma em que muitos cristãos não têm sido bem-sucedidos, por não se conduzirem de modo digno diante de Deus, diante da pátria, da consciência e de seus pares, como fizeram Daniel e seus companheiros no reino babilônico.

Na realidade, porém, a política é atividade necessária ao bom ordenamento e desenvolvimento da vida de uma nação, na qual a Igreja está inserida.

1.2 – Desvios na compreensão do termo

A vida social envolve, por um lado, harmonia e cooperação e, por outro, conflito e colisão de interesses. O modo como trabalhamos por harmonia e resolvemos os conflitos políticos implica em política.

Os cristãos hesitam em admitir que usam o poder, mas todas as relações humanas envolvem questões de poder. Os cristãos podem sentir mais à vontade falando sobre virtude e justiça, mas mesmo que evitemos discutir sobre o poder, não podemos fugir dele. Nem devemos, porque o poder é usado para o mal ou para o bem.

1.3 – Uma correção necessária

A política mais o poder é a capacidade de usar ou influenciar outros a comportarem-se como você deseja. Precisamos de poder definitivo para nos proteger daqueles que nos fariam mal. Usamos o poder interveniente até para proteger alguém do prejuízo ou da injustiça.

Necessitamos de poder econômico para cuidar de nossas famílias e nos preparar para a velhice. As nações têm necessidade de poder militar para se protegerem de agressores. Todos nadamos num mar de poder. Não chamar poder por um verdadeiro nome e não reconhecer sua importância nas relações humanas é estar cego à realidade do poder usado contra nós e como usamos os outros.

1.4 – A posição da Igreja

Por Wilson Pacheco Sarmento

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada


Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado


Copyright Março 2017 © EBD Comentada