Ensinando e fazendo Missões

Buscar esboços

Nossos Esboços

Central Gospel Jovens e Adultos – 3º Trimestre de 2018 – 23-09-2018 – Lição 12: Manassés, Uma Lição de Arrependimento

17/09/2018

Esse post é assinado por Wilson Pacheco Sarmento

TEXTO BÍBLICO BÁSICO

2 Reis 21.1,2,10-16

1 – Tinha Manassés doze anos de idade quando começou a reinar e cinquenta e cinco anos reinou em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Hefzibá.

2 – E fez o que era mal aos olhos do SENHOR, conforme as abominações dos gentios que o SENHOR desterrara de suas possessões de diante dos fi lhos de Israel.

10 – Então, o SENHOR falou pelo ministério de seus servos, os profetas, dizendo:

11 – Porquanto Manassés, rei de Judá, fez estas abominações, fazendo pior do que quanto fizeram os amorreus que antes dele foram e até também a Judá fez pecar com os seus ídolos,

12 – por isso, assim diz o SENHOR, Deus de Israel: Eis que hei de trazer tal mal sobre Jerusalém e Judá, que qualquer que ouvir, lhe ficarão retinindo ambas as orelhas.

13 – E estenderei sobre Jerusalém o cordel de Samaria e o prumo da casa de Acabe; e limparei Jerusalém, como quem limpa a escudela a limpa e a vira sobre a sua face.

14 – E desampararei o resto da minha herança, entregá-los-ei na mão de seus inimigos; e far-se-ão roubo e despojo para todos os seus inimigos.

15 – Porquanto fizeram o que era mal aos meus olhos e me provocaram à ira, desde o dia em que seus pais saíram do Egito até hoje. 16 – De mais disso, também Manassés derramou muitíssimo sangue inocente, até que encheu a Jerusalém de um ao outro extremo, afora o seu pecado, com que fez pecar a Judá, fazendo o que era mal aos olhos do SENHOR.

TEXTO ÁUREO

E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. 2 Crônicas 7.14

OBJETIVOS

Ao término do estudo bíblico, o aluno deverá:

  • Conhecer as principais características do reinado de Manassés;
  • Entender o que a prática da impiedade desencadeou na vida de Manassés;
  • Conscientizar-se de que o arrependimento sincero conduz à vida e ao favor de Deus.

Palavra introdutória

A Paz do Senhor!

Nesta lição estudaremos sobre a vida do Rei Manassés, rei de Judá sendo o mesmo muito jovem ainda, com apenas doze anos, assumiu o governo, por morte de seu pai Ezequias, e reinou por cinquenta e cinco anos, um dos reinados mais longos que conhecemos. Parece estranho que, sendo filho e um notável rei, zeloso e fiel a fé hebraica tradicional em Judá, logo se bandeasse para o cananeísmo, que foi uma de suas constantes por toda a vida, menos depois do seu arrependimento, na volta da Babilônia, onde esteve preso.

Manassés teve pontos relevantes, fortes e fraquezas, onde podemos tirar lições para nossa vida vejamos:

  1. Ele errou, mas aprendeu com seus erros;
  2. Arrependeu dos seus pecados;
  3. Desafiou a autoridade de Deus e foi derrotado;
  4. Inverteu muitos dos efeitos positivos do governo de seu pai Ezequias;
  5. Sacrificou seus filhos aos ídolos.

Com isso podemos aprender seguintes lições para nossa vida. Vejamos:

  1. Deus percorrerá um longo caminho para conseguir a atenção de alguém;
  2. O perdão é limitado, não pela quantidade de pecado, mas por nossa disposição em mudar.

1 – O FILHO ÍMPIO DE UM PAI JUSTO E FIEL

Temos que admitir grandes influências na direção dos negócios reais, pois a um menor não podem ser atribuídas qualidades de corrupção religiosa, reveladas em quase toda a sua vida. Teria sido sua mãe Hefzibá? Teriam sido dos chefes, chamados príncipes ou nobres? Quem teria sido? Pois nós temos dificuldades em acreditar que ele, de sua própria iniciativa, destruísse a grande obra de seu pai, que deveria conhecer.

De qualquer maneira, Judá mergulhou outra vez na infame idolatria com o seu cortejo de iniquidade. Levantou altares aos Baalins, postes-ídolos e se prostrou diante de todos os exércitos dos céus.

1.1 – A idolatria é oficializada por Manassés

O Templo, a casa do Senhor, encheu de altares, uma abominação sem nome, pois era a casa que Deus tinha destinado para ali colocar o Seu nome para sempre. Repetiu o que fizera Acaz, seu avô.

O que nos parece é que as reformas de Ezequias não atingiram a massa do povo, que sempre estava pronto a aderir aos costumes corruptos da terra. Era a influência do meio, sempre pronta a agir quando as condições fossem favoráveis.

Chegou ao ponto de queimar seus filhos nos braços de Moloque, no vale do filho de Hinom, um vale ao sul da cidade, onde era jogado o lixo. Agoureiro, necromante, feiticeiro, tratava com todos estes elementos deletérios, que Ezequias não conseguiu erradicar.

Fez a imagem de um ídolo e colocou-a no Templo de Jeová, a maior das abominações que se podiam praticar contra Deus e a Sua casa de culto. Nada mais havia a fazer. Tudo estava profanado, até o Templo, que, bem poucos anos atrás, fora o centro de tantas festas religiosas, o cenário de tanta manifestação admirável do culto de Ezequias, seu pai.

Manasses seguiu o exemplo de seu avô Acaz mais do que o de seu pai. Adotou as práticas más dos babilônios e cananeus, inclusive o sacrifício de seu próprio filho. Não deu ouvidos as mensagens dos profetas de Deus, mas obstinadamente levou seu povo a pecar.

1.1.1 – Os atos vis de Manassés 

Manassés foi um péssimo rei e provocou a ira de Deus com seus pecados. Dentre suas transgressões estão práticas como:

  • Ocultistas;
  • Feitiçaria;
  • Adivinhação;
  • Consulta a médiuns;
  • Agoureiros.

Estes atos são estritamente proibidos por Deus (Lev 19.31; Dt 18.9-13) porque demonstram a falta de fé nEle, envolvem atos pecaminosos e abrem a porta para influências demoníacas.

Em nossos dias muitos livros, programas de televisão e jogos enfatizam a adivinhação, sessões espíritas e outras práticas ocultistas. Ninguém deve deixar o desejo de conhecer o futuro ou a crença de que a superstição é inofensiva levá-lo a praticar o ocultismo. Estas são imitações do poder de Deus e tem como origem um sistema de crenças totalmente oposto a Ele.

Asera, deusa cananéia, esposa de Baal. Suas imagens eram feitas de madeira. Êxodo 34.13 e Deuteronômio 12.3, os israelitas foram expressamente proibidos de se associarem a qualquer prática dedicada a esta entidade satânica.

A tradição diz que durante a matança empreendida por Manassés, Isaías foi cerrado ao meio quando tentava se esconder em um pedaço oco de madeira. Outros profetas também foram mortos nesta época. 

1.2 – O legado de Ezequias foi destruído

Por Wilson Pacheco Sarmento

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada


Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado


Copyright Março 2017 © EBD Comentada