Buscar esboços

Nossos Esboços

Central Gospel Jovens e Adultos – 2º Trimestre de 2018 – 01/07/2018 – Lição 13: A bendita esperança

28/06/2018

Este post é assinado por Leonardo Novais de Oliveira

TEXTO BÍBLICO BÁSICO

Romanos 8.16-25 

16 – O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

17 – E, se nós somos filhos, somos, logo, herdeiros também, herdeiros de Deus, e coerdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.

18 – Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.

19 – Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus.

20 – Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou,

21 – na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.

22 – Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.

23 – E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo.

24 – Porque, em esperança, fomos salvos. Ora a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê, como o esperará?

25 – Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos.

TEXTO ÁUREO

Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo. (Tt 2.13)

OBJETIVOS

Ao término do estudo bíblico, o aluno deverá:

  • Exercitar a sua fé pelo testemunho do seu descanso futuro;
  • Viver na esperança da conquista da vida eterna com Jesus;
  • Compreender que o céu só se ganha com perseverança.

PALAVRA INTRODUTÓRIA

Paz seja convosco.

Chegamos ao final de mais um trimestre na presença de Deus e temos muito a Lhe agradecer.

A Bíblia nos diz no Salmo 126, verso 3:

“Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres”.

Estamos agradecidos por tê-los conosco e contribuir para o vosso crescimento espiritual.

Que o Senhor lhes abençoe ricamente.

A última lição deste trimestre fala sobre esperança e quando falamos em esperança, trazemos à memória as inúmeras promessas que a Bíblia contém.

A maior promessa que o Senhor nos fez através de Jesus, foi que um dia voltaria para buscar TODOS aqueles que Nele cressem, leiamos o que a Bíblia mostra:

“Que o vosso coração não se aflija. Creiam em Deus, creiam também em mim. Há muitas moradas onde vive meu Pai, e vou aprontá-las para a vossa chegada. Quando tudo estiver pronto, então virei para vos levar, para que possam estar sempre comigo onde eu estiver. Se assim não fosse, eu próprio vos teria dito claramente”. (Jo 14.1,2 – O LIVRO)

Jesus esteve neste mundo para cumprir a promessa sobre a vinda do Messias, o Ungido de Deus.

Pregou boas novas aos pobres, proclamou liberdade aos cativos, recuperação de vistas aos cegos, recuperação das vistas aos cegos e libertação aos oprimidos (Lc 4.18). Por fim, antes de morrer, disse aos seus discípulos que iria para um lugar que eles não poderiam ir naquele momento, mas que voltaria para busca-los, pois estava lhes preparando lugar.

Paulo nos ensina que devemos aguardar tal retorno e que nossa esperança NÃO poderia ser somente para este mundo, leiamos:

“Se é somente para esta vida que temos esperança em Cristo, dentre todos os homens somos os mais dignos de compaixão”. (1 Co 15.19 – NVI)

Sendo assim, precisamos crer que da mesma forma que Ele foi levado aos céus, voltará e, quando voltar, nos levará para viver junto Dele.

Existe um termo incorreto, que é muito utilizado por vários pregadores, dizendo que “passaremos” a eternidade com Ele, porém, o correto é viveremos a eternidade, pois esta não tem fim, portanto, não pode passar.

Este mundo em que vivemos está dominado pelo governo de satanás e, desde o pecado de Adão e Eva, tem se deteriorado.

Apesar de algumas pessoas dizerem que o homem está se aperfeiçoando, a história nos mostra que isto não é verdade, pois, apesar de todos os avanços em TODAS as áreas do conhecimento, o homem está piorando a cada dia que se passa. (Dn 12.2).

Desta forma, aqueles que perseverarem até o fim, gozarão da bendita esperança de morar com o Senhor em um local livre de todas as agruras que o pecado causou.

“Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou”. Aquele que estava assentado no trono disse: “Estou fazendo novas todas as coisas! ” E acrescentou: “Escreva isto, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança”. (Ap 21.4,5 – NVI)

1 – DESCREVENDO A ESPERANÇA

Como o autor da revista escreveu, o termo esperança está intimamente ligado às promessas que foram feitas.

Assim como Jesus cumpriu as promessas que foram feitas sobre Sua vinda, também cumprirá todas aquelas que foram feitas por Ele.

1.1 – O que é esperança?

Vejamos o conceito de esperança de acordo com alguns autores:

De acordo com o Dicionário Bíblico Wycliffe:

“No AT várias palavras heb. são traduzidas como “esperança”, que significa “confiança”, “expectativa”, ou “perspectiva”. Tanto no AT como no NT o objeto da esperança de uma pessoa varia de acordo com os desejos humanos (Pv 13.12; por exemplo, ganho, Atos 16.19; salvação física, Atos 27.20; um marido, Rt 1.12). O principal uso teológico do termo “esperança” era o da confiança no sobrenatural, especificamente em Jeová como o Deus de Israel (por exemplo, SI 130.5; 146.5; Jr 17.7,13). Esta confiança estava às vezes relacionada à segurança contra os inimigos (SI 71.4,5; Jr 14,8,9), tendendo, em um uso posterior, à libertação no futuro dia do Senhor (Zc 9.12). Porém, de uma forma principal, a esperança dos israelitas piedosos era uma expectativa e confiança na bênção e provisão de Deus na vida presente (Ed 10.2; Jó 11.18,20; 14.7,19; SI 33.18,19,22; 119.49,50; Lm 3.22-24). No NT, a esperança do crente é Cristo (1 Tm 1.1). Ela reside em Deus (Rm 15.13; 1 Pe 1.21), que elegeu um povo (Pp 1.20; Ef 1.18) e lhes deu esperança através do Evangelho (Cl 1.23). De um modo próprio, isto não é meramente uma antecipação humana de dias melhores (e até mesmo a salvação, de certo modo, é “esperada”, ainda não realizada, Rm 8.24; 13.11), mas da consumação final da salvação na ressurreição (At 23.6; Rm 8.18-25) e na revelação de Jesus Cristo (1 Pe 1.13). A habitação de Cristo no crente através do Espírito torna-se a “esperança de glória” do cristão (Cl 1.27; cf. 1 Jo 3.1-3). Esta esperança é descrita de forma variada, ela está “reservada nos céus” (Cl 1.5); é uma esperança de vida eterna (Tt 1.2); é viver (1 Pe 1.3); e é melhor do que as esperanças anteriores (Hb 7.19)”.

De acordo com o Novo Dicionário de Teologia de Sinclair:

“O termo “esperança” tem dois sentidos principais em teologia. Pode definir tanto o objeto da esperança, ou seja, Cristo, e tudo o que implica sua vinda final (ver Escatologia*), ou a atitude de esperar. Este artigo trata desse último significado. Esperar significa olhar à frente, na expectativa de uma atividade futura de Deus. A base da esperança é a passada atividade de Deus em Jesus Cristo, que aponta o caminho para os propósitos de Deus à sua criação. Assim, o crente espera a ressurreição do povo de Deus e a chegada de seu reino com toda a confiança, porque Jesus já inaugurou o reino e foi levantado dentre os mortos. Na adoração, ora: “Venha o teu reino”, e celebra a ceia do Senhor como uma antecipação do banquete celestial porque olha para a morte e ressurreição que abrem o caminho ao reino (I Co 11.26). Em comunhão com outros crentes, o cristão experimenta a presença do Espírito como antegozo do reino escatológico (2Co 1.22). Por esperar ser igual a Cristo no final, procura ser igual a Cristo agora (lJo 3.2,3). Porque anela uma “pátria melhor” (Hb 11.13-16), adota a atitude de um peregrino”.

De acordo com o Dicionário Priberam:

1) Disposição do espírito que induz a esperar que uma coisa se há de realizar ou suceder.

2) Esperam, expectativa.

3) Coisa que se espera.

4) Confiança.

5) Uma das virtudes teologais.

O filósofo e escritor Mário Sérgio Cortella sempre deixa à tona um conceito marcante sobre a palavra esperança, associando-a à palavra “esperançar” e não a esperar, desta forma, concluímos que esperança significa crer que aquilo que foi prometido acontecerá.

1.2 – Como obter a esperança?

Por Leonardo Novais de Oliveira

Para continuar lendo CLIQUE AQUI

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada


Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado


Copyright Março 2017 © EBD Comentada