Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços

Betel Jovens – 4º Trimestre de 2018 – 09-12-2018 – Lição 10: Fazei Discípulos

03/12/2018

Esse post é assinado por Carlos Henrique Soares

TEXTO DE REFERÊNCIA

E aconteceu chegar a Éfeso, vindo de Alexandria no Egito, um judeu chamado Apolo, um admirável pregador e mestre da Bíblia.

25 Era bem instruído no Caminho do Senhor, falava com entusiasmo e ensinava de modo correto a respeito de Jesus. Mas só conhecia a respeito do batismo de João.

26 Quando Priscila e Áquila ouviram Apolo pregar na Sinagoga, o convidaram a ir à sua casa. Então explicaram, com mais detalhes, o que havia acontecido com Jesus.

27 Apolo estava querendo ir para a Grécia, e os crentes animaram o jovem para isto. Escreveram aos outros crentes de lá, dizendo que o recebessem. Quando ele chegou à Grécia, foi grandemente usado por Deus para fortalecer a igreja,

28 porque rejeitava com coragem em discussão pública todos os argumentos dos judeus, mostrando pelas Escrituras que Jesus é o verdadeiro Messias.

At 18.24-28

VERSÍCULO DO DIA

Portanto, vão e façam discípulos em todas as nações, batizando-as no nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo.

Mt 28.19

OBJETIVOS DA LIÇÃO

  • Entender o significado de discípulo;
  • Conhecer os discípulos que Paulo preparou para o ministério evangelístico;
  • Compreender que a obra de Deus não pode parar.

INTRODUÇÃO

Essa foi a finalidade das viagens missionárias de Paulo: proclamar que a graça de Deus perdoa os pecados através de Cristo. Deus utilizou o ministério de Paulo para levar o Evangelho aos gentios e estabelecer a Igreja e a formação de discípulos pelo caminho. Suas cartas para as igrejas, registradas no Novo Testamento, ainda sustentam a vida e doutrina da igreja. Embora ele tenha sacrificado tudo, as viagens missionárias de Paulo valeram a pena (Fl 3:7-11).

1 – ENTENDENDO O QUE É SER DISCIPULO

“Você quer ser igual a mim?” Na tradição judaica, quando alguém era convidado por um rabino para segui-lo era como se ouvisse esta pergunta instigante.

Teria sido esta a mesma questão que ressonou na mente e no coração dos doze primeiros discípulos de Jesus? E, um pouco mais tarde, na mente e no coração do apóstolo Paulo? Para eles, sem dúvida, tratava-se de um chamado radical – imitar o rabino Jesus. Ser um discípulo é outro do mesmo tipo.

1.1 – Ser discípulo

A palavra “discípulo” aparece centenas de vezes no Novo Testamento, onde é usada para descrever os seguidores de Jesus com muito mais frequência do que “cristão” ou “crente”.

Um discípulo é uma “pessoa que segue os ensinamentos de um mestre” (Dicionário da Bíblia Almeida).

Visto que o mestre dos cristãos é o próprio Jesus, o verdadeiro discípulo aprende e segue a vontade do Filho de Deus. Mas, será que todos que se dizem cristãos são verdadeiros discípulos do Senhor? “O que é seguir, senão imitar?” – Santo Agostinho.

“Não se trata simplesmente de um estado ontológico, uma questão de ter tomado uma decisão em um dado momento e pronto. Ser discípulo é um estado ativo de aprendizado e crescimento.” (Paul Bendor-Samuel, em Ultimato, set.-out. 2012, p. 50).

“A razão de quase todas as nossas falhas é a facilidade que temos de esquecer nossa identidade como discípulos.” (John Stott, em O discípulo radical, Editora Ultimato).

O apostolo Paulo da uma a dica do que é ser um discipulo: “Continuem a pôr em prática tudo quanto aprenderam de mim e me viram fazer, e o Deus de paz será com vocês”. Ef 4.9.

1.2 – Os discípulos e sua importância

“E VOCÊS DEVEM seguir meu exemplo, como eu sigo o de Cristo; Estou muito contente, amados irmãos, porque vocês têm-se lembrado e têm feito tudo quanto eu lhes ensinei”.

I Co 11.1,2

Por que diz Paulo: “Sigam meu exemplo”? Paulo não era arrogante, ele não se acreditava que era uma pessoa sem pecado. Neste momento, os crentes em Corinto não sabiam muito a respeito da vida e o ministério de Cristo. Paulo não podia lhes dizer que imitassem a Cristo porque os evangelhos ainda não tinham sido escritos, portanto não tinham ideia de como era Jesus. A melhor maneira de guiar a estes novos cristãos era lhes mostrando a um Cristo em quem confiassem pelo exemplo de um verdadeiro discípulo.

Paulo esteve em Corinto quase dois anos e pôde estabelecer uma relação de confiança com muitas destas pessoas sendo referência fiel de Cristo.

“Eu castigo meu corpo como um atleta faz tratando-o com dureza, treinando-o para fazer o que deve, e não aquilo que ele deseja. De outro modo, eu temo que, depois de ter inscrito os outros para a corrida, eu mesmo seja considera­do incapaz, e me mandem ficar de lado”.

I Co 9.27

2 – CONHECENDO APOLO

Por Carlos Henrique Soares

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Postado por ebd-comentada


Copyright Março 2017 © EBD Comentada