Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Betel Adultos – 2 Trimestre 2020 – 26-04-2020 – Lição 4 – Buscando conhecer os caminhos do Senhor

23/04/2020

Este post é assinado por Leonardo Novais de Oliveira

TEXTO ÁUREO

“Faze-me saber os teus caminhos, Senhor; ensina-me as tuas veredas.” Salmo 25.4

TEXTOS DE REFERÊNCIA

SALMO 25 

A Ti, Senhor, levanto a minha alma.

Deus meu, em ti confio; não me deixes confundido, nem que os meus inimigos triunfem sobre mim.

Guia-me na tua verdade e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação; por ti estou esperando todo o dia.

Qual é o homem que teme ao Senhor? Ele o ensinará no caminho que deve escolher.

A sua alma pousará no bem, e a sua descendência herdará a terra.

O segredo do Senhor é para os que o temem; e ele lhes fará saber o seu concerto.

Os meus olhos estão continuamente no Senhor, pois ele tirará os meus pés da rede.

OBJETIVOS DA LIÇÃO

  • Compreender os anseios de Davi. 
  • Apresentar as características dos caminhos do Senhor. 
  • Destacar o valor de seguir os caminhos do Senhor.

INTRODUÇÃO

Olá irmãos e irmãs, Paz do Senhor.

O Salmo 25 é atribuído a Davi e é classificado como um Salmo de lamentação.

Existem mais de 60 salmos desta categoria e eles geralmente começam com um pedido de socorro, ou um grito clamando pela ajuda de Deus diante de um perigo iminente.

No caso do Salmo 25, o perigo são os diversos inimigos de Davi que sempre estiveram a seu lado, a começar pelos próprios filhos.

Um ponto marcante neste tipo de salmo é que ele termina com ações de graça pela benção, vitória ou livramento.

Não sabemos especificamente quais eram os inimigos que o salmista estava enfrentando quando escreveu este salmo, mas aprendemos algo importante para nossa vida que é o fato de devermos clamar ao Senhor por socorro diante de situações em que não podemos resolver, mostrando a Ele o que temos vivenciado e já agradecê-lo por ter nos ouvido e atendido nossa oração.

É lindo ver que o Senhor está com aqueles que o buscam e o profeta Jeremias escreveu sobre isto, leiamos:

“Clama a mim, e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes, que não sabes”. (Jr 33.3 – ARC)

Em outra tradução:

“Fale comigo e Eu responderei. Pergunte-Me e Eu contarei a você segredos fabulosos sobre os meus planos”. (BV)

Quando nos dedicamos a servir ao Senhor com todo nosso coração, alma, entendimento e força, Ele sempre estará conosco.

Isto não quer dizer que não teremos problemas, mas que, apesar de tê-los, Ele estará conosco e nos dará a vitória, de acordo com Seus planos.

Leiamos outro Salmo:

“Os olhos do SENHOR estão sobre os justos; e os seus ouvidos, atentos ao seu clamor. A face do SENHOR está contra os que fazem o mal, para desarraigar da terra a memória deles. Os justos clamam, e o SENHOR os ouve e os livra de todas as suas angústias. Perto está o SENHOR dos que têm o coração quebrantado e salva os contritos de espírito. Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas”. (Sl 34.15-19 – ARC)

Todos os seres humanos em alguns momentos em suas vidas passarão por circunstâncias difíceis, porém, somente os justos serão alcançados pelo Senhor, que proporcionará paz, auxílio, livramento e diversas outras bençãos.

Aprenderemos algumas lições preciosas através do estudo do Salmo 25, que o Senhor nos ajude.

1 – UM SALMO ACRÓSTICO E A ORAÇÃO DE DAVI

Conforme estudamos na lição de número um, os acrósticos são formas textuais em que a primeira letra de cada verso principia por uma letra das palavras que lhe servem de tema.

É importante lembrarmos que o acróstico foi escrito em Hebraico e, por isto, não é possível observá-lo em outras línguas.

Assim como o modelo de oração que Jesus nos ensinou, o Salmo 25 começa com o reconhecimento de que toda súplica deve ser dirigida ao único Deus soberano sobre todo o mundo.

Davi começa sua expressão de louvor dizendo: “A ti, Senhor, levanto a minha alma”, pois ele conhecia a Deus e sabia que diante de algumas circunstâncias, o único que o poderia ajudar era o próprio Deus.

Em várias passagens da vida de Davi, ele deixa isto claro, como quando Saul o perseguiu, quando seu filho Absalão o traiu, dentre outras.

Os versos 7,11 e 18 fazem um contraste entre a grandeza de Deus e a pequenez de Davi, sendo um homem pecador.

Como cristãos, não podemos nos esquecer disto, pois, se o fizermos, poderemos incorrer no pecado de arrogância e prepotência e acreditar que podemos fazer algo sem Deus.

1.1 – A oração de Davi

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com 

Como mencionado no tópico anterior, a oração começa com um direcionamento específico para o Senhor e com isto reforçamos uma característica comum aos hebreus, aos cristãos e aos muçulmanos, que é o monoteísmo, ou seja, a crença de que só existe um só Deus.

Isto ficou conhecido por Abraão quando o Senhor o chamou da Terra dos Caldeus para lhe ensinar Seus planos e para o abençoar.

Isaque, Jacó e as doze tribos de Israel tinham tal ensinamento muito difundido e compreendido e mesmo quando os hebreus ficaram mais de 400 anos como escravos no Egito, eles nunca se esqueceram do mandamento do Senhor dado a Moisés através das Tábuas da Lei e reforçado quando este estava prestes a morrer.

O livro de Deuteronômio, que significa repetição das Leis traz um ensino maravilhoso sobre o tema do monoteísmo quando Moisés cita o que conhecemos como “Shmá Ysrael”, que significa “Ouve Israel”.

O capítulo seis de Deuteronômio fala sobre a ordem que Deus deu aos hebreus sobre este assunto, vejamos:

“Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR. Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder. E estas palavras que hoje te ordeno estarão no teu coração; e as intimarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te. Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por testeiras entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas”. (Dt 6.4-9 – ARC) 

Como Davi era um verdadeiro israelita, que havia aprendido sobre a importância de amar o Senhor sobre todas as coisas, ele sabia como começar uma oração.

Parece-nos que Davi estava lutando em uma situação que realmente precisava da ação miraculosa de Deus, pois ele pede a Deus que seus inimigos não o envergonhem e tal palavra tem as seguintes conotações:

  • Ser vencido em batalha: Ainda que Davi tivesse lutado contra o gigante filisteu Golias e o tivesse vencido, ele sabia que a vitória havia sido dada pelo Senhor, pois a diferença entre ele e o poderoso soldado filisteu não lhe proporcionaria uma vitória.

É importante reforçarmos esta informação para nossos alunos, pois estamos vivendo um período difícil, onde as pessoas se esquecem de Deus pelas pequenas coisas e só se lembram Dele quando não existe mais solução.

Davi era um exímio guerreiro, mas sabia que precisava do Senhor para vencer suas batalhas e isto fica evidente no fato de Davi sempre consultar a Deus antes de ir batalhar.

  • Ser envergonhado e envergonhar o nome do Senhor.

Estudaremos no tópico abaixo o segundo ponto.

1.2 – Não me deixes confundido

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

É interessante observarmos que a palavra “confundido” é traduzida por outras palavras em algumas versões na língua portuguesa, vejamos:

“Em ti tenho confiado, ó meu Deus. Não permitas que eu seja humilhado, nem que meus inimigos escarneçam de mim”! (KJA)

“Meu Deus, eu confio em ti. Salva-me da vergonha da derrota; não deixes que os meus inimigos se alegrem com a minha desgraça”. (NTLH)

“Meu Deus, confio em Ti, não me deixes esperar em vão. Não deixes que os meus inimigos se alegrem com a minha derrota”. (BV)

É interessante o fato de que o texto não é prejudicado pelas diferentes palavras, ainda que tenham significados diferentes, pois o sentido da expressão é o mesmo, ou seja, não ser derrotado em batalha para que nem ele (Davi), nem o Senhor, fossem humilhados, envergonhados, confundidos, nem tampouco que Davi esperasse em vão pelo socorro do Senhor.

Vale a pena reforçarmos a importância de termos mais de uma tradução bíblica e não comprarmos Bíblias pela capa.

Davi precisava que o Senhor intervisse naquela situação e para isto clamou pelo Senhor.

O hebraico tem algumas expressões para Deus e uma delas é “O Senhor dos Exércitos” ou “Yahweh T’sabaoth” utilizada dezenas de vezes no A.T. e tal expressão não é um título, mas um dos nomes pelos quais o Senhor é chamado.

Podemos compreender tal expressão nos lembrando que esta é uma posição do Senhor como o Grande Comandante de vastas forças angelicais, ou dos exércitos do Senhor.

Leiamos o que o Salmo 103 diz sobre este assunto:

“Bendizei ao Senhor, vós anjos seus, poderosos em força, que cumpris as suas ordens, obedecendo à voz da sua palavra! Bendizei ao Senhor, vós todos os seus exércitos, vós ministros seus, que executais a sua vontade!” (Sl 103.20,21 – ARC).

Se um anjo de Deus foi capaz de matar cento e oitenta e cinco mil soldados (2 Rs 19.35), não temos noção do que o comandante deste anjo não poderia fazer, porém, sabemos que quando um dos seus clama por ajuda, Ele ouve e faz maravilhas.

O Salmo 46 traz algumas palavras muito marcantes sobre isto, vejamos:

“Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares. Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza. ( Selá ) Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; não será abalada; Deus a ajudará ao romper da manhã. As nações se embraveceram; os reinos se moveram; ele levantou a sua voz e a terra se derreteu. O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. ( Selá ) 

Vinde, contemplai as obras do SENHOR; que desolações tem feito na terra! Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo. Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre as nações; serei exaltado sobre a terra. O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio”. ( Selá ) (Sl 46 – ARC) 

Neste salmo, o salmista descreve a Deus como sendo o Senhor dos Exércitos e mostra que Ele faz coisas que ninguém pode fazer, utilizando uma linguagem militar épica, ou seja, daquela época, afirmando que Deus faz cessar as guerras, quebra as armas dos exércitos poderosos, queima os carros que eram inatingíveis e nos ensina a confiar e descansar Nele.

A oração de Davi nos ensina a clamar a Deus e deixa-lo agir para que eu e você sejamos vitoriosos e o nome Dele seja engrandecido.

Aproveite para conversar com seus alunos sobre o fato de sermos falhos quando oramos a Deus e não descansamos em seus braços, oramos a Ele e perdemos a paz por não conseguirmos vencer com nossas próprias mãos.

De forma prática, podemos trazer como exemplo os casos em que os filhos de Deus são caluniados, quando decidem escolher a verdade e a justiça ao invés de ceder a tentação da corrupção e da ganância.

Existem muitos casos em que os servos de Deus são caluniados, injustiçados, vituperados, chegando a ficar doentes por causa destas situações, porém, devemos aprender com o salmista a orar e apresentar exatamente o que está acontecendo conosco e pedir a Deus para que não sejamos confundidos, envergonhados ou humilhados pelos ímpios profanos.

1.3 – Perdoa os meus pecados

Evangelista Leonardo Novais de Oliveira

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos que mantemos uma parceria missionária com a EQUIPE SEMEAR, localizada na cidade de Uberaba – MG, que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada