Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Betel Adultos – 1º Trimestre de 2020 – 02-02-2020 – Lição 5: Enfrentando as tensões do casamento

31/01/2020

Este post é assinado por Leonardo Novais de Oliveira

TEXTO ÁUREO

“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” (Fp 4.8)

TEXTOS DE REFERÊNCIA

ECLESIASTES 4 9-12 

Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.

Porque, se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá

Também se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará?

E, se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa.

OBJETIVOS DA LIÇÃO

  • Falar acerca das descobertas da vida a dois e como contornar os conflitos com sabedoria.
  • Ensinar de onde surgem os conflitos e identificá-los como oportunidades de mudanças.
  • Mostrar quais ferramentas são poderosas para o sucesso familiar.

INTRODUÇÃO

Olá irmãos e irmãs, Paz do Senhor.

Existe uma frase que diz: “Não há problema que resista a um diálogo”. 

Esta frase, apesar de parecer simples, possui uma verdade extraordinária, pois a maioria dos grandes problemas vivenciados pelos casais poderia ter sido resolvido através de um diálogo saudável.

Os seres humanos são seres sociáveis e foram criados para interagirem um com o outro, porém, após o pecado alguns comportamentos foram deflagrados e a inveja, o individualismo, a soberba, a arrogância, a prepotência e outros males passaram a existir na vida destes e, por isto, é tão difícil conversar sem que exista uma briga.

Quando o homem sai da sua casa e une-se a sua esposa, ambos levam consigo as características de suas casas de origem e em muitos casos, o que conhecemos como incompatibilidade torna o relacionamento muito complicado.

Desta forma, é fundamental que existe um diálogo com o intuito de resolver os problemas, para que estes não cresçam a ponto de tornarem os relacionamentos insustentáveis.

Apesar de alguns casais afirmarem que não brigam, não existem relacionamentos perfeitos, pois marido e mulher são seres imperfeitos.

Aprenderemos nesta lição algumas particularidades das conhecidas “tensões” e trabalharemos para que todas elas sejam resolvidas.

Não deixe de orar e pedir sabedoria ao Senhor para que, se em sua sala de aula, existirem pessoas que estejam vivenciando situações de tensão, a graça do Espírito Santo trabalhe em suas vidas.

Que o Senhor lhes abençoe ricamente em Cristo Jesus.

1 – A REALIDADE DAS TENSÕES

Um dos conceitos da palavra “tensão” é o estado de rigidez que se manifesta em certas partes do corpo.

Uma das formas utilizadas pelo corpo humano para demonstrar que algo não está bom é a tensão muscular.

Os músculos se enrijecem e ocorre dor e limitação de movimento.

Assim como o corpo humano sofre por problemas que não foram resolvidos, o casamento também sofre.

Quando algo não é solucionado entre os conjugues acontece o que chamamos de tensão.

Por isto é tão importante que saibamos o que causou e procuremos com afinco a solução para este problema.

1.1 – As primeiras dificuldades familiares

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com 

As dificuldades possuem “n” causas, desde problemas físicos até os problemas financeiros.

Não temos condições de imaginar como seria o mundo se Adão e Eva não tivessem pecado, porém, podemos imaginar como será nossa vida se não aprendermos a resolver nossos problemas.

Não temos como fugir das dificuldades, pois elas fazem parte da vida, porém, podemos aprender juntos a resolvê-las.

Vamos ler um texto bíblico que fala sobre as consequências do pecado:

“Então, o SENHOR Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isso, maldita serás mais que toda besta e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás e pó comerás todos os dias da tua vida. E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar. E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor e a tua conceição; com dor terás filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará. E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida. Espinhos e cardos também te produzirá; e comerás a erva do campo. No suor do teu rosto, comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado, porquanto és pó e em pó te tornarás”. (Gn 3.14-19 – ARC) 

Por causa do pecado houveram condenações para todos aqueles que estavam envolvidos na desobediência ao Senhor.

A serpente, o homem e a mulher foram afetados e todos receberam o devido castigo por seus atos.

Lendo estes versículos aprendemos que desde o início, a 3ª Lei de Newton, que mais tarde seria denominada “Lei da ação e reação”, passara a vigorar.

Tudo o fazemos tem resultados que podem ser bons ou ruins, dependendo da ação que empreendermos, por isto, precisamos calcular nossos atos para que os resultados sejam positivos.

1.2 – Tudo começa depois do sim

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

As primeiras dificuldades de um casal começam a partir do momento em que se casam. Isto pode parecer estranho, mas é a pura verdade.

Como já mencionamos, os conjugues trazem de suas casas de origens muitos costumes diferentes e, quando marido e mulher começam a viver mais perto um do outro, tais diferenças se afloram.

O que antes era meu, a partir do sim, tornar-se nosso e, como já estudamos, o egoísmo é um acompanhante do ser humano.

A partir do momento em que o meu torna-se nosso as dificuldades e tensões começam.

Quando participamos de encontros de casais ou cursos nesta área, observamos que boa parte dos problemas está associado à divisão de coisas.

Ouvimos histórias sobre a minha toalha, o meu pente e a minha vida, porém, após o sim não existe mais meu e seu, pois os conjugues são UMA ÚNICA CARNE.

É necessário ter isto em mente para que o relacionamento se torne sustentável, pois não existe espaço para egoísmo em um casamento.

É importante nos lembrarmos das características do amor, leiamos:

“O amor é paciente; o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, nem é arrogante. Não se porta de maneira inconveniente, não age egoisticamente, não se enfurece facilmente, não guarda ressentimentos. O amor não se alegra com a injustiça, pois sua felicidade está na verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais morre; todavia, as profecias deixarão de existir, as línguas cessarão, o conhecimento desaparecerá”. (1 Co 13.4-8 – KJA) 

Um casamento pautado no amor saberá que apesar das dificuldades existentes em qualquer relacionamento, o amor deve prevalecer.

O versículo 7 nos diz: “Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.

1.3 – Sinais que antecedem o sim

Há tempos atrás, alguns líderes cristãos afirmavam e ensinavam que jovens cristãos não devem namorar por muito tempo, pois podem incorrer em fornicação e prostituição.

Precisamos tomar muito cuidado com esta afirmação, pois o “muito tempo” para alguns líderes pode ser pouco para dois namorados.

Outro ponto importante é que, o casamento deve ser planejado e desejado, porém, só deve existir depois de um namoro consciente e puro.

Existem pessoas que dizem que os namorados precisam ter todos os tipos de experiências possíveis com o intuito de experimentar e ter certeza de que é a pessoa certa, porém, não existe fundamento neste conselho, pois só conhecemos as pessoas depois de muito conviver com elas.

O namoro é um momento para conhecer o caráter e a personalidade e verificar se as diferenças não são tamanhas que possam trazer prejuízos irreparáveis.

O namoro também tem a finalidade de analisar algumas compatibilidades, como a sanguínea, os propósitos espirituais e financeiros, dentre outros.

É importante mencionarmos que vários jovens que se casam se a devida preparação, se tornam pais precocemente e isto pode trazer algumas dificuldades.

Em se tratando de compatibilidade sanguínea, é de EXTREMA IMPORTÂNCIA que os namorados façam saibam o seu tipo sanguíneo e tomem as devidas providências em caso de necessidade.

Antigamente o chamado “Exame pré-nupcial” era utilizado com o propósito de proibir a continuidade dos relacionamentos onde a tipagem sanguínea não era compatível, pois os bebês poderiam nascer com inúmeros problemas.

Com o avanço da ciência, não existe necessidade de se terminar um relacionamento, pois existem medicamentos que podem auxiliar, porém, é necessário saber exatamente qual o tipo de sangue dos namorados.

Existe um termo bíblico muito utilizado conhecido como jugo desigual que trata das diferenças entre as pessoas, vamos ver o que a Bíblia discorre sobre isto:

“Jamais vos coloqueis em jugo desigual com os descrentes. Pois o que há de comum entre a justiça e a injustiça? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas”? (2 Co 6.14 – KJA) 

Para compreendermos o que este texto nos diz, precisamos utilizar as regras da hermenêutica:

1 – A Bíblia se auto interpreta;

2 – Não devemos utilizar um texto fora do contexto;

3 – Devemos conhecer o que o autor queria dizer através das palavras originais.

Lendo o texto podemos ter várias interpretações, por isto, devemos analisar o contexto e este nos fala sobre “sociedade”, “comunhão”, “harmonia”, “união” e “ligação” entre servos de Deus e pessoas incrédulas (vv. 14-18).

Sendo assim, devemos analisar nossas relações com muito cuidado, pois somos Templo do Espírito Santo e devemos agradar ao Senhor em tudo.

A palavra grega para jugo desigual é “heterozugeo” que mostra uma pessoa que tem um relacionamento de comunhão com alguém que não partilha de seus ideais.

Jugo em português é aquele material de madeira que une dois animais com o propósito de trabalho, para que andassem em um mesmo propósito e une os dois animais em torno de um mesmo objetivo, fazer o carro de boi andar corretamente.

Se um dos animais fosse mais fraco que o outro, haveria prejuízo e o mais forte seria penalizado, pois trabalharia muito mais e a carga poderia ser prejudicada, no caso do animal mais forte não ter condições de sustentar o peso.

A palavra sociedade, traduzida do grego “metoche”, significa partilhar, participar. A palavra comunhão, traduzida do grego “koinonia”, significa ter uma relação de intimidade, de comunhão intima com alguém. A palavra harmonia, traduzida do grego “sumphonesis”, significa concordância, acordo. A palavra união, traduzida do grego “meris”, significa uma parte designada, traduzida em algumas versões bíblicas em português como “em comum”. A palavra ligação, traduzida do grego “sugkatathesis”, significa aprovação, assentimento, acordo.

Unindo as palavras com seus respectivos significados, compreendemos que Paulo estava falando sobre uma união de propósitos e pensamentos entre um crente e um incrédulo.

Se não estiverem em comum acordo, o propósito não terá êxito.

Concluindo, podemos utilizar o estudo sobre o jugo desigual para falarmos sobre o relacionamento entre os namorados, pois no caso de um ou outro apresentar comportamentos e atitudes que não estão de acordo com a Bíblia, poderá ocorrer jugo desigual.

As pessoas utilizam o jugo desigual para falar sobre o casamento entre um crente e uma incrédula e vice-versa; uma pessoa muito velha e outra nova; uma pessoa muito culta e a outra analfabeta e vários outros tipos de união.

O que precisamos compreender é que o casamento é algo que tem o propósito de durar a vida toda e, se começar de forma errada, terá menos condições de perdurar.

Milhares de casamentos são desfeitos porque no namoro, mesmo sabendo das enormes diferenças, os namorados resolvem se casar, acreditando que a situação irá melhorar.

Este tópico tem como título “Sinais que antecedem o sim” e, um dos maiores sinais que mostram que existe problema é o jugo desigual.

2 – DE ONDE SURGEM OS CONFLITOS

Evangelista Leonardo Novais de Oliveira

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos que mantemos uma parceria missionária com a EQUIPE SEMEAR, localizada na cidade de Uberaba – MG, que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada