Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

CPAD Jovens – 4 Trimestre 2019 – 10-11-2019 – LIÇÃO 6 – Estevão o primeiro mártir

07/11/2019

Esse post é assinado por Leonardo Novais de Oliveira

TEXTO DO DIA

“E Estêvão, cheio de fé e de poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo.” (At 6.8)

TEXTO BÍBLICO

Atos 6.8-15

  1. E Estêvão, cheio de fé e de poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo.
  2. E levantaram-se alguns que eram da sinagoga chamada dos Libertos, e dos cireneus, e dos alexandrinos, e dos que eram da Cilícia e da Ásia, e disputavam com Estêvão.
  3. E não podiam resistir à sabedoria e ao Espírito com que falava.
  4. Então, subornaram uns homens para que dissessem: Ouvimos-lhe proferir palavras blasfemas contra Moisés e contra Deus.
  5. E excitaram o povo, os anciãos e os escribas; e, investindo com ele, o arrebataram e o levaram ao conselho.
  6. Apresentaram falsas testemunhas, que diziam: Este homem não cessa de proferir palavras blasfemas contra este santo lugar e a lei;
  7. porque nós lhe ouvimos dizer que esse Jesus Nazareno há de destruir este lugar e mudar os costumes que Moisés nos deu.
  8. Então, todos os que estavam assentados no conselho, fixando os olhos nele, viram o seu rosto como o rosto de um anjo.

Atos 7.54-58

  1. E, ouvindo eles isto, enfureciam-se em seu coração e rangiam os dentes contra ele.
  2. Mas ele, estando cheio do Espírito Santo e fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus e Jesus, que estava à direita de Deus,
  3. e disse: Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem, que está em pé à mão direita de Deus.
  4. Mas eles gritaram com grande voz, taparam os ouvidos e arremeteram unânimes contra ele.
  5. E, expulsando-o da cidade, o apedrejavam. E as testemunhas depuseram as suas vestes aos pés de um jovem chamado Saulo.

OBJETIVOS DA LIÇÃO

1) DESTACAR as qualidades de Estêvão;

2) ANALISAR o martírio de Estêvão;

3) REFLETIR a respeito da forma nobre e honrada que Estêvão se entregou aos seus algozes e como foi recebido no céu.

INTRODUÇÃO

Olá irmãos e irmãs, Paz do Senhor.

Espero que tudo esteja bem com vocês.

Nesta lição, aprenderemos sobre a vida de Estevão. Não temos muitas informações provenientes da Bíblia sobre este homem, porém, o pouco que sabemos nos permite afirmar que ele era um homem de Deus.

A primeira vez que a Bíblia cita o nome deste homem é no livro de Atos, capítulo 6, vamos ler:

“E este parecer contentou a toda a multidão, e elegeram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, e Filipe, e Prócoro, e Nicanor, e Timão, e Pármenas e Nicolau, prosélito de Antioquia”. (At 6.5)

Estevão fazia parte da Igreja e provavelmente estava no cenáculo quando os seguidores de Jesus foram batizados no Espírito Santo e devido à grande necessidade de ter pessoas preparadas para servir a esta, os cristãos escolheram homens que possuíam certas características para ocupar a posição de servos e cuidar de algumas tarefas específicas. Vamos ler outro texto:

“Mas, irmãos, escolhei dentre vós sete homens de boa reputação, cheios do Espírito e de

sabedoria, aos quais encarregaremos deste serviço”. (At 6.3 – ARC)

Como vimos, Estevão tinha tais característica e por isto foi escolhido.

Vamos abrir um parêntese para falar sobre a necessidade de escolhermos pessoas para a obra, de acordo com o que a Bíblia recomenda e não conforme nossos padrões e desejos.

Vocês se lembram do que o Senhor disse a Samuel em no capítulo 16 do livro que leva seu nome?

“Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a altura da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem. Pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração”. (1 Sm 16.7 – ARC)

Mostre para seus alunos que existem critérios para que alguém comece a trabalhar na casa de Deus e estes critérios são extremamente rigorosos. Deveriam ser homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e sábios.

Escolher diáconos que tenham qualquer outra característica interessante, mas que não tenha estas não está certo.

É importante fazermos uma pausa e perguntarmos para os alunos se eles observam tais características na vida dos diáconos que trabalham na igreja.

Pergunte a eles quais são as características marcantes na vida daqueles antes de ensinar e depois confronte-os com o que a Palavra ensina.

Vamos estudar um pouco sobre Estevão…

1 – ESTEVÃO, UM HOMEM DE DEUS

1.1 – Prodígios e grandes sinais

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

A Bíblia nos mostra que os sinais que Jesus fazia seguiriam aqueles que cressem em Seu nome, vamos ler:

“Ainda mais tarde Ele apareceu aos onze discípulos quando estavam comendo juntos. Ele os censurou por causa da sua incredulidade – a sua falta de confiança em acreditar naqueles que O haviam visto ressuscitado. Então disse-lhes: “Vão ao mundo inteiro e preguem a Boa Nova a todo mundo, em toda parte. Aqueles que crerem e forem batizados serão salvos. Porém aqueles que se recusarem a crer serão condenados. E aqueles que crerem utilizarão minha autoridade para expulsar demônios, e falarão novas línguas. Poderão até pegar em serpentes com toda a segurança, e se beberem alguma coisa venenosa, não lhes fará mal; poderão pôr as mãos sobre doentes e curá-los”. (Mc 16.14-18 – BV)

Estamos vivendo uma época muito estranha, pois algumas pessoas, que são chamados de crentes, acreditam que são as pessoas que fazem sinais e infelizmente, muitos tornaram-se exímios artistas e manipuladores. Estes fazem toda a armação possível para enganar as pessoas com supostos sinais e prodígios, porém, a Bíblia nos diz que aqueles que eram cheios do Espírito Santo, eram usados por Deus para operar milagres.

Um destes homens é o Estevão que estamos estudando.

Os sinais preditos por Jesus, seguiam Estevão. A tradução da Bíblia Viva nos mostra que Estevão fazia milagres espantosos.

“Estevão, o homem tão cheio de fé e do poder do Espírito Santo, fazia milagres espantosos entre o povo”. (At 6.8 – BV)

Este é um bom momento para perguntar aos alunos se eles já viram algum sinal, prodígio ou milagre. A geração de jovens que nos sucederá tem carência de ver tais manifestações, pois, infelizmente, elas estão escassas.

Pergunte a eles porque não vemos com tanta facilidade tais sinais nos dias modernos.

1.2 – Sabedoria e autoridade

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

De forma prática, sabedoria é a forma correta de se utilizar o conhecimento.

Existem pessoas que possuem conhecimento, porém, não sabem utilizá-lo.

Biblicamente, o responsável por dar sabedoria ao homem é Deus, vamos ler:

“Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida”. (Tg 1.5 – NVI)

Pessoas sábias tem facilidade para resolver problemas e contornar situações.

No caso de Estevão, a sabedoria fica evidenciada no fato das pessoas que o estavam ouvindo, provavelmente em uma sinagoga, terem ficados sem palavras para confrontar aquele homem.

Era comum as pessoas estudarem nas sinagogas e os judeus tinham tradição de ler e explicar a Palavra nestes lugares, vamos ler um texto:

“Jesus então voltou para a Galileia, cheio do poder do Espírito Santo. Ele ficou logo bem conhecido em toda aquela região. Por causa dos seus sermões nas sinagogas, todo mundo O elogiava. Estando na aldeia de Nazaré, terra da sua infância, como de costume Ele foi à sinagoga no sábado, e se levantou para ler as Escrituras. Entregaram-Lhe o livro do profeta Isaías, que Ele abriu no lugar onde diz: “O Espírito do Senhor está sobre Mim; Ele Me nomeou para pregar a Boa Nova aos pobres; mandou-Me anunciar que os presos serão libertados e os cegos verão; Que os oprimidos serão Libertados de seus opressores, e Que Deus está pronto a abençoar todos aqueles Que vêm a Ele. Jesus fechou o livro, devolveu-o ao assistente. e sentou-se, enquanto todo mundo. na sinagoga olhava atentamente para Ele”. (Lc 4.14-20 – BV)

Provavelmente foi neste lugar que Estevão começou a ler a Lei e a ensinar a todos os que ali estavam.

Diz-nos a Bíblia que as pessoas que o estavam ouvindo, começaram a discutir e a enfrentá-lo, porém, o versículo 10 do capítulo 6 de Atos, nos mostra que nenhum deles o podia enfrentar.

Quando Jesus conversava sobre as “coisas de Deus”, a Bíblia nos diz que as pessoas ficavam pasmas de ver a sabedoria que habitava Nele e a sabedoria que Estevão tinha era proveniente do mesmo lugar.

Pergunte aos seus alunos se eles já pediram sabedoria ao Senhor e os ensine a fazer isto.

1.3 – Estevão é acusado de palavras blasfemas contra Moisés e contra Deus

A partir do versículo 11 do capítulo 6, a Bíblia nos mostra que alguns homens perversos foram dissuadidos a mentirem contra Estevão e isto lhe trouxe grande prejuízo, vamos ler:

“Então pagaram uns homens para mentirem a respeito dele, dizendo que ti­nham ouvido Estevão amaldiçoar Moisés, e até Deus. Esta acusação levantou o povo em fúria contra Estevão, de sorte que os líderes judaicos prenderam e trouxeram Estevão diante do Conselho. As testemunhas mentirosas depuseram novamente que Estevão estava constantemente falando contra o templo e contra as leis de Moisés. E declararam: “Nós ouvimos Estevão dizer que esse tal de Jesus de Nazaré destruirá o templo, e acabará com todas as leis de Moisés”. (At 6.11-14 – BV)

Observem que no meio das pessoas que tentavam mostrar que Estevão estava errado, existiam os que tinham caráter depravado, pois eram mentirosos e se venderam.

Em nenhuma parte do texto é informado que Estevão mentiu sobre qualquer coisa, porém, os fariseus, que estavam buscando qualquer coisa para destruir os seguidores de Jesus, usaram a mentira para acusá-lo.

Quem é o pai da mentira? O diabo… e, aqueles que mentem estão sendo usados por este ser para propagar seus ensinos.

A mentira proferida foi tida como blasfêmia e utilizada para que Estevão fosse apedrejado, pois quem praticava tal pecado era réu de morte.

Aproveite para mostrar aos alunos o quanto uma mentira pode ser prejudicial. Neste caso, custou a vida de um homem de Deus.

2 – A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA DE DEUS

Evangelista Leonardo Novais de Oliveira

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos que mantemos uma parceria missionária com a EQUIPE SEMEAR, localizada na cidade de Uberaba – MG, que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada