Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

Central Gospel – 4 Trimestre 2019 – 10-11-2019 -LIÇÃO 06 – O destino do corpo

07/11/2019

 Esse post é assinado por Ezequiel Soares

TEXTO BÍBLICO BÁSICO

1 Coríntios 15.12-22

Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?

E, se não há ressurreição de mortos, também Cristo não ressuscitou.

E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé.

E assim somos também considerados como falsas testemunhas de Deus, pois testificamos de Deus, que ressuscitou a Cristo, ao qual, porém, não ressuscitou, se, na verdade, os mortos não ressuscitam.

Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou.

E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.

E também os que dormiram em Cristo estão perdidos.

Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.

Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.

Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.

Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.

TEXTO ÁUREO

João 5.25

Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão.

OBJETIVOS DA LIÇÃO

  • Saber que os elementos constitutivos do ser humano – corpo, alma e/ou espírito – não serão aniquilados, uma vez que integram a mesma pessoa;
  • Estar preparado para viver em estado de glória futura, conhecendo Jesus como único e suficiente Salvador;
  • Renovar sua fé e esperança no porvir, quando Deus restaurará todas as coisas e enxugará dos olhos toda a lágrima.

PALAVRA INTRODUTÓRIA

Paz seja convosco!

Muitos são as filosofias e religiões que compreendem o ser humano como eterno, e que a morte não é o fim para a alma humana. Essa é uma realidade apresentada pela a bíblia.

A palavra também nos apresenta caminhos possíveis para a alma depois da morte. Veremos então, nesse aspecto sobre a ressureição e os caminhos que a bíblia nos esclarece.

Que Deus fale conosco.

1 – TODOS NÓS RESSUCITAREMOS

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

Ele fez tudo apropriado a seu tempo. Também pôs no coração do homem o anseio pela eternidade; mesmo assim este não consegue compreender inteiramente o que Deus fez. (Eclesiastes 3.11)

A palavra de Deus nos afirma que Ele, o Senhor que tudo fez, colocou no homem o anseio pela enternidade. O ser humano se acostuma facilmente com a ideia de que ele tem tempo para viver, não apenas temos um conceito sobre eternidade, mas o homem tem em seu intimo um senso sobre vida após a morte.

E muitos são os conceito e pensamentos sobre o que nos aguarda depois da morte, éssa é uma crença que ultrapassa religiões. O coração do homem é desejoso pelo conhecimento dos mistérios do universo.

João Calvino chama essa consciência sobre a eternidade de “sensus divinitatis”. O senso com que cada homem compreende ou tem a imaginação sobre Deus e os mistérios do universo. Mas o que podemos entender de tudo isso é que realmente como vemos a maioria das religiões e filosofias, podemos reconhecer a verdade desse versículo.

Umas das argumentações sobre a ressureição dos mortos é de Paulo, onde ele confronta a fé judaíca dos corintos ao apresentar Jesus como o Segundo Adão.

Se é somente para esta vida que temos esperança em Cristo, dentre todos os homens somos os mais dignos de compaixão. Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, sendo as primícias dentre aqueles que dormiram. Visto que a morte veio por meio de um só homem, também a ressurreição dos mortos veio por meio de um só homem. Pois da mesma forma como em Adão todos morrem, em Cristo todos serão vivificados. (1 Coríntios 15.19-22)

A argumentção de Paulo é sobre a lembrança do início da queda do homem através de Adão. Onde esse pecou e causou por meio do seu pecado a decadência de toda a natureza humana. Podemos entender que o homem era eterno e que por meio do pecado adentrou no cenário a morte física, e de certa forma também, a morte espiritual. Mas o contexto da queda do primeiro homem e suas consequências muda na chegada do segundo Adão (Jesus Cristo); por meio de Jesus, a ressurreição é possível através da redenção oferecida pelo Senhor no sacrifício de Jesus.

Por esse acontecimento, Paulo afirma que não somente para essa vida devemos ter esperança em Jesus, mas até mesmo depois da morte Jesus demonstra a sua misericórdia para conosco. A ressurreição será para todos, mas a partir de Jesus seremos vivificados para uma vida com Ele.

1.1 – Como o corpo ressuscitará?

Mas alguém pode perguntar: “Como ressuscitam os mortos? Com que espécie de corpo virão?” Insensato! O que você semeia não nasce a não ser que morra. Quando você semeia, não semeia o corpo que virá a ser, mas apenas uma simples semente, como de trigo ou de alguma outra coisa. Mas Deus lhe dá um corpo, como determinou, e a cada espécie de semente dá seu corpo apropriado. (1 Coríntios 15.35-38)

A ressurreição dos mortos sempre foi um ponto de discussão no meio religioso daquela época. Na torá cita sobre o poder de Deus para a ressurreição:

“Vejam agora que eu sou o único, eu mesmo. Não há deus além de mim. Faço morrer e faço viver, feri e curarei, e ninguém é capaz de livrar-se da minha mão. (Deuteronômio 32.39)

Mas o conceito é realmente criado por meio do texto de Isaías 26.19:

Mas os teus mortos viverão; seus corpos ressuscitarão. Vocês, que voltaram ao pó, acordem e cantem de alegria. O teu orvalho é orvalho de luz; a terra dará à luz os seus mortos.

E fortalecido em Daniel 12.2:

Multidões que dormem no pó da terra acordarão: uns para a vida eterna, outros para a vergonha, para o desprezo eterno.

Existiam várias crenças de como essa ressurreição se daria, uma delas é a que o corpo ressuscitado seria exatamente o mesmo corpo que foi sepultado, não mudado nada. Paulo usa então dessa ilustração a cerca da semente e da planta para demostrar sobre a ressurreição. O que devemos entender é que o corpo no qual ressuscitaremos não será o mesmo corpo, mas um corpo tranformado e não material.

Irmãos, eu lhes declaro que carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem o que é perecível pode herdar o imperecível. (1 Coríntios 15.50)

Esse corpo será espiritual, e como é diferente a planta com a semente, assim Paulo nos afirma que será a diferença do nosso corpo ressuscitado para com o desse mundo.

1.2 – Gozo versus tormento eterno

“E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna”. (Mateus 25.46)

Nos versículos anteriores, Jesus trata sobre o amor e o tratamento, ou a forma de agir que os verdadeiros cristão deveriam ter. E essa é doutrina dada por Jesus nesses versículos para aqueles, aos quais realmente forem cristão e corresponderem ao caráter de Cristo. Estes terão a vida eterna e serão com Cristo vivificados e viverão com gozo.

Mas aqueles que não deixarem Cristo viver neles, e não reconhecerem Cristo como Filho de Deus e Senhor de suas vidas, esses na ressurreição serão ressucitados para serem julgados e irão para o castigo eterno.

2 – A RESSURREIÇÃO DOS JUSTOS

Ezequiel Soares

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos que mantemos uma parceria missionária com a EQUIPE SEMEAR, localizada na cidade de Uberaba – MG, que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;

CLIQUE AQUI  para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada